Nossa Sede

Avenida Genésia B. Tarantino, 115 - Jardim Paulista - São José dos Campos/SP - Fone: 12 3302-5996


  • Participação nos Lucros

    Acompanhe as últimas informações sobre a PLR

  • Edição 86 #

    lEIA O JORNAL CORREIO DO TRABALHADOR

  • Demissão Irregular #

    Carteiro é reintegrado em Ubatuba

  • Lucro só aumenta:

    E a PLR?

  • quinta-feira, 21 de agosto de 2014


    Na manhã desta quinta-feira, dia 21, os diretores do Sintect-VP Carlos Alberto Alves (Taubaté) e Rodrigo Cosme (Roseira) estiveram em reunião com os trabalhadores da cidade de Cruzeiro, na AC e no CDD da cidade, dando continuidade às Reuniões Setoriais.

    O objetivo destas Reuniões Setoriais é informar os companheiros (as) sobre o andamento da Campanha Salarial Correios 2014 e sobre as medidas adotadas pelo sindicato acerca das demais pendências existentes.

    Dentre as questões mencionadas nas reuniões, estavam o descaso com que a Empresa vem tratando as negociações, deixando claro que nós estamos dispostos a negociar, ma quem está dificultando e sendo intransigente é a direção dos Correios.

    O Presidente do Sintect-VP, Marcílio Medeiros está em Brasília e nos envia informações praticamente em tempo real do que está acontecendo no Comando Nacional de Negociação.

    Para avançar nestas discussões devemos nos unir, lotar as assembleias e nos mantermos
    mobilizados para enfrentar os ataques que a ECT prepara para nós.

    Reunião Setorial em Cruzeiro

    Postado As:  10:34  |  Em:    |  Mais informações »


    Na manhã desta quinta-feira, dia 21, os diretores do Sintect-VP Carlos Alberto Alves (Taubaté) e Rodrigo Cosme (Roseira) estiveram em reunião com os trabalhadores da cidade de Cruzeiro, na AC e no CDD da cidade, dando continuidade às Reuniões Setoriais.

    O objetivo destas Reuniões Setoriais é informar os companheiros (as) sobre o andamento da Campanha Salarial Correios 2014 e sobre as medidas adotadas pelo sindicato acerca das demais pendências existentes.

    Dentre as questões mencionadas nas reuniões, estavam o descaso com que a Empresa vem tratando as negociações, deixando claro que nós estamos dispostos a negociar, ma quem está dificultando e sendo intransigente é a direção dos Correios.

    O Presidente do Sintect-VP, Marcílio Medeiros está em Brasília e nos envia informações praticamente em tempo real do que está acontecendo no Comando Nacional de Negociação.

    Para avançar nestas discussões devemos nos unir, lotar as assembleias e nos mantermos
    mobilizados para enfrentar os ataques que a ECT prepara para nós.

    quarta-feira, 20 de agosto de 2014

    Carteiro motorizado mostra o estado de suas botas de segurança (Fotos:Carlos Alberto Alves)

    • O EPI – Equipamento de Proteção Individual – é muito importante para a saúde do trabalhador, pois pode evitar acidentes e doenças ocupacionais. Mas o que deveria ser um direito básico, aos ecetistas se torna um martírio. São botas de segurança rasgadas, trabalhadores usando tênis próprios, trabalhadores adquirindo suas próprias capas de chuva arcando com despesas que deveriam ser da ECT, bolsas rasgadas, velhas e remendadas, faltam desde canetas aos mais importantes EPI´s, uniformes e materiais de trabalho. Infelizmente vemos que esta é uma realidade enfrentada pelos trabalhadores dos Correios em todo país.


    O Sintect-VP está visitando as unidades e constatou que este problema já se tornou um caos generalizado. Na manhã desta quarta-feira, dia 20, os ecetistas da cidade de Pindamonhangaba finalmente conseguiram arrancar da chefia um prazo e pedido para novos EPI`s, botas e etc. Mas isso só foi possível diante da mobilização, união e luta dos trabalhadores, que ameaçaram uma greve caso não tivessem as reivindicações atendidas. Os pedidos foram feitos, porém só para a cidade de Pindamonhangaba não basta! Já tentamos o diálogo, solicitações, pedidos e todo o escalão da Empresa já tem conhecimento destes problemas, porém nada fazem para saná-los de fato. Infelizmente a única alternativa que nos resta é a luta! 
    Fazemos o chamado à todos os setores onde existem esses problemas para que se mobilizem e partamos para a luta! O Sintect-VP apoia e disponibiliza os recursos necessários para travarmos mais esta batalha contra a Empresa. Vamos mostrar que nós também somos fortes para lutar por questões rotineiras e não apenas nas Campanha Salariais. 
    Situação dos carteiros motorizados cem bota, com calçado próprio
    Consta na lei que os EPI´s devem ser fornecidos gratuitamente pelas empresas, sempre adequado aos riscos da função e em perfeito estado de conservação e funcionamento. Cabe ainda à empresa, orientar seus funcionários quanto ao uso dos EPIs durante a jornada de trabalho, realizando treinamentos, além de substituir imediatamente quando danificado ou extraviado.
    A direção dos Correios já explora nossa força de trabalho extraindo grandes lucros através de nossas mãos e de nosso suor, cumprimos nossa parte em produzir mas a Empresa não cumpre sequer com a responsabilidade que pode custar a vida de alguns trabalhadores. Mesmo a ECT fechando os olhos para este problema, os trabalhadores não se cansam de enviar reclamações quanto a falta destes equipamentos e as más condições de trabalho. Apesar disso, não vemos nenhuma medida concreta para o bem da categoria.
    * Vale ressaltar que todos os EPIs precisam ter a indicação do Certificado de Aprovação – CA, expedido pelo órgão nacional competente em matéria de segurança e saúde no trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego. Os tipos de EPIs utilizados podem variar dependendo do tipo de atividade ou de riscos que poderão ameaçar a segurança e a saúde do trabalhador e da parte do corpo que se pretende proteger, tais como:
    • Proteção auditiva: abafadores de ruídos ou protetores auriculares;
    • Proteção respiratória: máscaras e filtro;
    • Proteção visual e facial: óculos e viseiras;
    • Proteção da cabeça: capacetes, viseiras;
    • Proteção de mãos e braços: luvas e mangotes;
    • Proteção de pernas e pés: sapatos, botas, botinas, perneiras e polainas;
    • Proteção contra quedas: cintos de segurança 
    • Proteção contra radiação solar: protetor solar, chapéus.

    O uso dos EPIs é de extrema importância à todos, assim como o respaldo da lei, são meios vitais para garantir a segurança no trabalho. 
    Vamos a luta sempre com a categoria unida apesar de algumas diferenças pessoais e/ou divergências políticas.
    Até a Vitória!

    Falta de EPI´s, uniformes e materiais de trabalho é um problema em todo país. Não nos resta outra alternativa que não seja a luta!

    Postado As:  12:42  |  Em:    |  Mais informações »

    Carteiro motorizado mostra o estado de suas botas de segurança (Fotos:Carlos Alberto Alves)

    • O EPI – Equipamento de Proteção Individual – é muito importante para a saúde do trabalhador, pois pode evitar acidentes e doenças ocupacionais. Mas o que deveria ser um direito básico, aos ecetistas se torna um martírio. São botas de segurança rasgadas, trabalhadores usando tênis próprios, trabalhadores adquirindo suas próprias capas de chuva arcando com despesas que deveriam ser da ECT, bolsas rasgadas, velhas e remendadas, faltam desde canetas aos mais importantes EPI´s, uniformes e materiais de trabalho. Infelizmente vemos que esta é uma realidade enfrentada pelos trabalhadores dos Correios em todo país.


    O Sintect-VP está visitando as unidades e constatou que este problema já se tornou um caos generalizado. Na manhã desta quarta-feira, dia 20, os ecetistas da cidade de Pindamonhangaba finalmente conseguiram arrancar da chefia um prazo e pedido para novos EPI`s, botas e etc. Mas isso só foi possível diante da mobilização, união e luta dos trabalhadores, que ameaçaram uma greve caso não tivessem as reivindicações atendidas. Os pedidos foram feitos, porém só para a cidade de Pindamonhangaba não basta! Já tentamos o diálogo, solicitações, pedidos e todo o escalão da Empresa já tem conhecimento destes problemas, porém nada fazem para saná-los de fato. Infelizmente a única alternativa que nos resta é a luta! 
    Fazemos o chamado à todos os setores onde existem esses problemas para que se mobilizem e partamos para a luta! O Sintect-VP apoia e disponibiliza os recursos necessários para travarmos mais esta batalha contra a Empresa. Vamos mostrar que nós também somos fortes para lutar por questões rotineiras e não apenas nas Campanha Salariais. 
    Situação dos carteiros motorizados cem bota, com calçado próprio
    Consta na lei que os EPI´s devem ser fornecidos gratuitamente pelas empresas, sempre adequado aos riscos da função e em perfeito estado de conservação e funcionamento. Cabe ainda à empresa, orientar seus funcionários quanto ao uso dos EPIs durante a jornada de trabalho, realizando treinamentos, além de substituir imediatamente quando danificado ou extraviado.
    A direção dos Correios já explora nossa força de trabalho extraindo grandes lucros através de nossas mãos e de nosso suor, cumprimos nossa parte em produzir mas a Empresa não cumpre sequer com a responsabilidade que pode custar a vida de alguns trabalhadores. Mesmo a ECT fechando os olhos para este problema, os trabalhadores não se cansam de enviar reclamações quanto a falta destes equipamentos e as más condições de trabalho. Apesar disso, não vemos nenhuma medida concreta para o bem da categoria.
    * Vale ressaltar que todos os EPIs precisam ter a indicação do Certificado de Aprovação – CA, expedido pelo órgão nacional competente em matéria de segurança e saúde no trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego. Os tipos de EPIs utilizados podem variar dependendo do tipo de atividade ou de riscos que poderão ameaçar a segurança e a saúde do trabalhador e da parte do corpo que se pretende proteger, tais como:
    • Proteção auditiva: abafadores de ruídos ou protetores auriculares;
    • Proteção respiratória: máscaras e filtro;
    • Proteção visual e facial: óculos e viseiras;
    • Proteção da cabeça: capacetes, viseiras;
    • Proteção de mãos e braços: luvas e mangotes;
    • Proteção de pernas e pés: sapatos, botas, botinas, perneiras e polainas;
    • Proteção contra quedas: cintos de segurança 
    • Proteção contra radiação solar: protetor solar, chapéus.

    O uso dos EPIs é de extrema importância à todos, assim como o respaldo da lei, são meios vitais para garantir a segurança no trabalho. 
    Vamos a luta sempre com a categoria unida apesar de algumas diferenças pessoais e/ou divergências políticas.
    Até a Vitória!


    Diretores do Sintect-VP realizaram as Reuniões Setoriais na cidade de Jacareí na manhã de hoje, dia 20 de agosto, visitando as seguintes unidades: 
    CDD Florida, CDD Jacarei e AC Jacarei
    Os trabalhadores puderam acompanhar os movimentos da nossa Campanha Salarial e tiraram suas dúvidas participando ativamente das reuniões.

    Participaram destas assembleias os diretores Moisés Lima de SJCampos e Anderson Montes de Jacareí, passando todas as informações sobre as reuniões do Comando Nacional que faz as negociações em Brasília a respeito das reivindicações da categoria para esta Campanha Salarial.

    As reuniões Setoriais estão sendo marcadas para acontecer em todas as unidades do Vale do Paraíba, Vale Histórico e Litoral Norte, geralmente são feitas na parte da manhã e os diretores também aproveitam para ouvir os ecetistas e os problemas enfrentados em cada unidade. È o Sindicato atuando na base junto aos trabalhadores, fortalecendo a luta contra os ataques da Empresa.

    Segundo o Diretor do Sintect-VP, Anderson Montes, a visita em cada estabelecimento significa um importante passo no trabalho de Organização de Base, envolvendo cada vez mais trabalhadores nas lutas sindicais e políticas, o que fortalece nossa entidade. "Mesmo os trabalhadores mais novos e mais tímidos se envolvem nas atividades e reuniões que fazemos nas unidades. Em Jacarei não foi diferente, a participação foi muito boa e de alguma maneira pudemos sentir de perto a realidade de cada setor dos Correios, isso influencia, ajuda e fortalece nossas ações para o próximo período." Declarou Anderson Montes.

    Diretores do Sintect-VP realizaram Reuniões Setoriais em Jacareí

    Postado As:  11:48  |  Em:    |  Mais informações »


    Diretores do Sintect-VP realizaram as Reuniões Setoriais na cidade de Jacareí na manhã de hoje, dia 20 de agosto, visitando as seguintes unidades: 
    CDD Florida, CDD Jacarei e AC Jacarei
    Os trabalhadores puderam acompanhar os movimentos da nossa Campanha Salarial e tiraram suas dúvidas participando ativamente das reuniões.

    Participaram destas assembleias os diretores Moisés Lima de SJCampos e Anderson Montes de Jacareí, passando todas as informações sobre as reuniões do Comando Nacional que faz as negociações em Brasília a respeito das reivindicações da categoria para esta Campanha Salarial.

    As reuniões Setoriais estão sendo marcadas para acontecer em todas as unidades do Vale do Paraíba, Vale Histórico e Litoral Norte, geralmente são feitas na parte da manhã e os diretores também aproveitam para ouvir os ecetistas e os problemas enfrentados em cada unidade. È o Sindicato atuando na base junto aos trabalhadores, fortalecendo a luta contra os ataques da Empresa.

    Segundo o Diretor do Sintect-VP, Anderson Montes, a visita em cada estabelecimento significa um importante passo no trabalho de Organização de Base, envolvendo cada vez mais trabalhadores nas lutas sindicais e políticas, o que fortalece nossa entidade. "Mesmo os trabalhadores mais novos e mais tímidos se envolvem nas atividades e reuniões que fazemos nas unidades. Em Jacarei não foi diferente, a participação foi muito boa e de alguma maneira pudemos sentir de perto a realidade de cada setor dos Correios, isso influencia, ajuda e fortalece nossas ações para o próximo período." Declarou Anderson Montes.

    Trabalhadores em frente à unidade de Pinda durante assembleia. (foto: Carlos Alberto Alves)

    Os trabalhadores do CDD Pindamonhangaba estavam na iminência de paralisação hoje, dia 20, por falta de Equipamentos de Proteção Individual, situação que se agrava a cada dia colocando em risco a vida dos ecetistas.

    Nesta manhã foi realizada assembleia na qual os representantes da Empresa se comprometeram a solucionar o problema e encaminharam pedido para os EPI´s. 

    Sendo assim, foi votado que todos retornariam ao trabalho mas que o Estado de Greve vai permanecer e a união dos trabalhadores desta unidade deve ser exemplo de luta.

    Uma nova assembleia está marcada para o dia 1 de setembro, na ocasião vamos avaliar se os problemas apontados, como a falta de EPI´s e até de uniformes, foram de fato resolvidos.

    Trabalhadores de Pindamonhangaba permanecem mobilizados em estado de greve

    Postado As:  11:20  |  Em:    |  Mais informações »

    Trabalhadores em frente à unidade de Pinda durante assembleia. (foto: Carlos Alberto Alves)

    Os trabalhadores do CDD Pindamonhangaba estavam na iminência de paralisação hoje, dia 20, por falta de Equipamentos de Proteção Individual, situação que se agrava a cada dia colocando em risco a vida dos ecetistas.

    Nesta manhã foi realizada assembleia na qual os representantes da Empresa se comprometeram a solucionar o problema e encaminharam pedido para os EPI´s. 

    Sendo assim, foi votado que todos retornariam ao trabalho mas que o Estado de Greve vai permanecer e a união dos trabalhadores desta unidade deve ser exemplo de luta.

    Uma nova assembleia está marcada para o dia 1 de setembro, na ocasião vamos avaliar se os problemas apontados, como a falta de EPI´s e até de uniformes, foram de fato resolvidos.

    segunda-feira, 18 de agosto de 2014


    A FENTECT e a ECT há tempos estão em negociação sobre a nossa Participação nos Lucros, agora essas reuniões estão sendo mediadas pelo Tribunal do Trabalho, a fim de agilizar a negociação.

    A direção dos Correios insiste na proposta desrespeitosa e humilhante de míseros R$276,00 (duzentos e setenta e seis reais). Esta proposta foi rechaçada pelos sindicatos e trabalhadores, o andamento agora está nas mãos do TST que possivelmente levará a julgamento.


    Na última quinta-feira, 14 de agosto, membros da Federação se reuniram com o ministro do Tribunal Superior do Trabalho, Ives Gandra Martins Filho e segundo informações do site da FENTECT, foi acordado que o TST irá propor que a empresa pague o valor mínimo de R$ 940,00 (novecentos e quarenta reais) a ser pago ano a ano aos funcionários, sobre 2013 e 2014. Na proposta também será colocado que em 2015 sejam adotados critérios mais simples, sem avaliar ou julgar as faltas, com método linear, não sendo admitido parcela estratégica. 


    O vice-presidente do TST informou também que a reunião para tentar negociar com a ECT, será realizada nesta semana e na ocasião essa proposta será apresentada.


    É inadimissível que a Empresa venha com o discurso de queda nos lucros, uma vez que se gastam milhões com patrocínios e logomarca. Se a ECT não tem capital para pagar aos trabalhadores o que é de direito, queremos acreditar que seja pela má gestão da Empresa, pois alegações como essas nos fazem pensar em coisas piores que possam estar acontecendo com o dinheiro que entra diariamente nos cofres da ECT. 

    Todo esse lucro é extraído do nosso trabalho, por nossas mãos! Jamais aceitaremos humilhantes migalhas! #vamosaluta #CampanhaSalarialCorreios2014
      
    *Acompanhem as informações sobre a negociação da PLR e outras através deste blog, facebook: https://www.facebook.com/carteiro.silva  - Telefone: 12  3302-5996, nas Reuniões Setoriais, assembleias, através dos diretores ou até mesmo na sede do Sintect-VP: Avenida Genésia B. Tarantino, 115 - Jardim Paulista - São José dos Campos/SP

    PLR: Vice-presidente do TST formula proposta para negociação com a ECT, valor mínimo será de R$940

    Postado As:  23:42  |  Em:    |  Mais informações »


    A FENTECT e a ECT há tempos estão em negociação sobre a nossa Participação nos Lucros, agora essas reuniões estão sendo mediadas pelo Tribunal do Trabalho, a fim de agilizar a negociação.

    A direção dos Correios insiste na proposta desrespeitosa e humilhante de míseros R$276,00 (duzentos e setenta e seis reais). Esta proposta foi rechaçada pelos sindicatos e trabalhadores, o andamento agora está nas mãos do TST que possivelmente levará a julgamento.


    Na última quinta-feira, 14 de agosto, membros da Federação se reuniram com o ministro do Tribunal Superior do Trabalho, Ives Gandra Martins Filho e segundo informações do site da FENTECT, foi acordado que o TST irá propor que a empresa pague o valor mínimo de R$ 940,00 (novecentos e quarenta reais) a ser pago ano a ano aos funcionários, sobre 2013 e 2014. Na proposta também será colocado que em 2015 sejam adotados critérios mais simples, sem avaliar ou julgar as faltas, com método linear, não sendo admitido parcela estratégica. 


    O vice-presidente do TST informou também que a reunião para tentar negociar com a ECT, será realizada nesta semana e na ocasião essa proposta será apresentada.


    É inadimissível que a Empresa venha com o discurso de queda nos lucros, uma vez que se gastam milhões com patrocínios e logomarca. Se a ECT não tem capital para pagar aos trabalhadores o que é de direito, queremos acreditar que seja pela má gestão da Empresa, pois alegações como essas nos fazem pensar em coisas piores que possam estar acontecendo com o dinheiro que entra diariamente nos cofres da ECT. 

    Todo esse lucro é extraído do nosso trabalho, por nossas mãos! Jamais aceitaremos humilhantes migalhas! #vamosaluta #CampanhaSalarialCorreios2014
      
    *Acompanhem as informações sobre a negociação da PLR e outras através deste blog, facebook: https://www.facebook.com/carteiro.silva  - Telefone: 12  3302-5996, nas Reuniões Setoriais, assembleias, através dos diretores ou até mesmo na sede do Sintect-VP: Avenida Genésia B. Tarantino, 115 - Jardim Paulista - São José dos Campos/SP

    Os trabalhadores dos Correios de Pindamonhangaba farão uma paralisação na manhã desta quarta-feira, dia 20, reivindicando melhores condições de trabalho.

    De acordo com Marcelo Schimidt, funcionário da unidade de Pinda e diretor do Sindicato, a paralisação é devido a falta de respeito com que a ECT tem tratado seus empregados, que não recebem as mínimas condições para exercerem suas funções.  

    Os ecetistas sofrem com a falta de EPI´s (Equipamentos de Proteção Individual), com a precariedade das instalações do prédio e até com a falta de materiais de trabalho. Além do descaso, esses problemas afetam diretamente a saúde do trabalhador colocando em risco a vida de seus funcionários. Problemas que também contribuem indiretamente para atrasos nas correspondências da população.

    Certificação
    Esta semana também acontecem as visitas da chefia para a certificação das unidades. A ECT pressiona certificação mas sequer proporciona boas condições de trabalho. E infelizmente, este não é só um problema enfrentado em Pindamonhangaba. Em quase todas as unidades do país faltam funcionários e os materiais básicos de trabalho, além dos prédios velhos com estruturas sucateadas.

    A luta dos trabalhadores do CDD Pinda deve ser exemplo à todos os ecetistas. "Faltam Equipamentos de Proteção Individual, o que afeta a nossa segurança. Principalmente aos carteiros motorizados, não temos botas, jaquetas, luvas e viseiras para os capacetes. A situação é caótica, pois faltam desde bolsas de entrega, capas de chuva, até canetas e carimbos. Acabamos tendo que improvisar para não atrasar ainda mais o serviço. Diante desta situação a direção dos Correios não possui a menor condição para cobrar dos gerentes, que por sua vez pressionam os trabalhadores, a padronizarem as unidades e se tornarem "modelo"" Declarou o diretor Marcelo Schimidt.

    O presidente do Sintect-VP, Marcílio Medeiros, que está em Brasília para as reuniões do Comando, enviou uma declaração de apoio, afirmando que o Sindicato irá defender os direitos dos ecetistas como sempre fez. "O Sintect-VP está ao lado dos trabalhadores na luta por direitos e, principalmente, por condições dignas de trabalho. A postura dos trabalhadores de Pindamonhangaba deve ser seguida por todos os que sofrem tais problemas e ainda são pressionados pela "certificação" da ECT. Sindicato e trabalhadores devem permanecer unidos para fortalecer as lutas e mobilizações." Declarou Marcílio Medeiros.

    Ecetistas de Pindamonhangaba farão paralisação por melhores condições de trabalho nesta quarta

    Postado As:  23:09  |  Em:    |  Mais informações »

    Os trabalhadores dos Correios de Pindamonhangaba farão uma paralisação na manhã desta quarta-feira, dia 20, reivindicando melhores condições de trabalho.

    De acordo com Marcelo Schimidt, funcionário da unidade de Pinda e diretor do Sindicato, a paralisação é devido a falta de respeito com que a ECT tem tratado seus empregados, que não recebem as mínimas condições para exercerem suas funções.  

    Os ecetistas sofrem com a falta de EPI´s (Equipamentos de Proteção Individual), com a precariedade das instalações do prédio e até com a falta de materiais de trabalho. Além do descaso, esses problemas afetam diretamente a saúde do trabalhador colocando em risco a vida de seus funcionários. Problemas que também contribuem indiretamente para atrasos nas correspondências da população.

    Certificação
    Esta semana também acontecem as visitas da chefia para a certificação das unidades. A ECT pressiona certificação mas sequer proporciona boas condições de trabalho. E infelizmente, este não é só um problema enfrentado em Pindamonhangaba. Em quase todas as unidades do país faltam funcionários e os materiais básicos de trabalho, além dos prédios velhos com estruturas sucateadas.

    A luta dos trabalhadores do CDD Pinda deve ser exemplo à todos os ecetistas. "Faltam Equipamentos de Proteção Individual, o que afeta a nossa segurança. Principalmente aos carteiros motorizados, não temos botas, jaquetas, luvas e viseiras para os capacetes. A situação é caótica, pois faltam desde bolsas de entrega, capas de chuva, até canetas e carimbos. Acabamos tendo que improvisar para não atrasar ainda mais o serviço. Diante desta situação a direção dos Correios não possui a menor condição para cobrar dos gerentes, que por sua vez pressionam os trabalhadores, a padronizarem as unidades e se tornarem "modelo"" Declarou o diretor Marcelo Schimidt.

    O presidente do Sintect-VP, Marcílio Medeiros, que está em Brasília para as reuniões do Comando, enviou uma declaração de apoio, afirmando que o Sindicato irá defender os direitos dos ecetistas como sempre fez. "O Sintect-VP está ao lado dos trabalhadores na luta por direitos e, principalmente, por condições dignas de trabalho. A postura dos trabalhadores de Pindamonhangaba deve ser seguida por todos os que sofrem tais problemas e ainda são pressionados pela "certificação" da ECT. Sindicato e trabalhadores devem permanecer unidos para fortalecer as lutas e mobilizações." Declarou Marcílio Medeiros.

    Trabalhadores durante Reunião Setorial em Aparecida do Norte, foram abordados temas como PLR e Campanha Salarial. Foto: Carlos Alberto Alves



    Os Diretores Sindicais do Sintect-VP, Carlos Alberto Alves (Taubaté) e Rodrigo Cosme (Roseira), estiveram na cidade de Aparecida do Norte para uma conversa com os trabalhadores sobre a Campanha Salarial e a batalha da PLR.

    A iniciativa promoveu o contato com os ecetistas que se mostraram interessados em unir toda a categoria para debater e lutar no período da Campanha Salarial e também para outras reivindicações. As Reuniões Setoriais acontecem para articular, orientar e estimular as mobilizações e a união entre os trabalhadores dos Correios. 

    Organização de Base

    As Reuniões Setoriais ajudam a organizar os trabalhadores pela base, e a Organização de Base é uma prioridade do Sintect-VP, uma necessidade de todos os sindicatos para vencer os novos desafios.

    O sindicato é uma entidade que representa legalmente os trabalhadores, uma conquista de nossa classe. Mas uma estrutura sindical que não está em contato direto com os trabalhadores e que não envolve a categoria a participar ativamente do sindicato, se torna um sindicato, no mínimo, fraco. 
    Este contato com a base também pode se dar através da internet por e-mails, blog e redes sociais, mas é necessário que diretoria e trabalhadores estejam juntos, se organizando de diversas formas, como por exemplo nas Reuniões Setorias.
    Mas apenas isso não basta! Os ecetistas também devem participar de todas as assembleias e reuniões ampliadas convocadas pelo Sindicato, assim os trabalhadores podem decidir sobre os rumos do Sindicato e as melhores táticas de atuação dos diretores, inclusive ajudando a fiscalizar a postura de seus representantes perante a categoria. Sendo assim, cada vez mais teremos um sindicato fortalecido, independente, democrático e organizado pela base. 

    CDD Aparecida recebeu Diretores para Reunião Setorial. É o Sintect-VP na base atuando junto aos trabalhadores!

    Postado As:  22:34  |  Em:    |  Mais informações »

    Trabalhadores durante Reunião Setorial em Aparecida do Norte, foram abordados temas como PLR e Campanha Salarial. Foto: Carlos Alberto Alves



    Os Diretores Sindicais do Sintect-VP, Carlos Alberto Alves (Taubaté) e Rodrigo Cosme (Roseira), estiveram na cidade de Aparecida do Norte para uma conversa com os trabalhadores sobre a Campanha Salarial e a batalha da PLR.

    A iniciativa promoveu o contato com os ecetistas que se mostraram interessados em unir toda a categoria para debater e lutar no período da Campanha Salarial e também para outras reivindicações. As Reuniões Setoriais acontecem para articular, orientar e estimular as mobilizações e a união entre os trabalhadores dos Correios. 

    Organização de Base

    As Reuniões Setoriais ajudam a organizar os trabalhadores pela base, e a Organização de Base é uma prioridade do Sintect-VP, uma necessidade de todos os sindicatos para vencer os novos desafios.

    O sindicato é uma entidade que representa legalmente os trabalhadores, uma conquista de nossa classe. Mas uma estrutura sindical que não está em contato direto com os trabalhadores e que não envolve a categoria a participar ativamente do sindicato, se torna um sindicato, no mínimo, fraco. 
    Este contato com a base também pode se dar através da internet por e-mails, blog e redes sociais, mas é necessário que diretoria e trabalhadores estejam juntos, se organizando de diversas formas, como por exemplo nas Reuniões Setorias.
    Mas apenas isso não basta! Os ecetistas também devem participar de todas as assembleias e reuniões ampliadas convocadas pelo Sindicato, assim os trabalhadores podem decidir sobre os rumos do Sindicato e as melhores táticas de atuação dos diretores, inclusive ajudando a fiscalizar a postura de seus representantes perante a categoria. Sendo assim, cada vez mais teremos um sindicato fortalecido, independente, democrático e organizado pela base. 

    Parcerias-Ajuda-Contato
    Copyright © 2013 Traduzido Por: Template Para Blogspot by BloggerTheme9
    Proudly Powered by Blogger.
    back to top