Nossa Sede

Avenida Genésia B. Tarantino, 115 - Jardim Paulista - São José dos Campos/SP - Fone: 12 3302-5996


  • Grande Vitória!

    Trem da Alegria começa a ser pago aos trabalhadores!

  • Edição 86 #

    lEIA O JORNAL CORREIO DO TRABALHADOR

  • Demissão Irregular #

    Carteiro é reintegrado em Ubatuba

  • Lucro só aumenta:

    E a PLR?

  • quinta-feira, 22 de janeiro de 2015


    Os trabalhadores do CDD São Sebastião estão em greve desde segunda-feira por melhores condições de trabalho, entregas pela manhã e manutenção e climatização do prédio.
    O local não tem ventilação, os ventiladores foram retirados e os aparelhos de ar-condicionado não funcionam há quase 3 meses! Não exitem sequer janelas para ventilação. Além disso, o banheiro está entupido a quase um mês, tornando o ambiente impossível de permanência e trabalho.

    Nesta manhã de quinta-feira, dia 22 de janeiro, durante a assembleia o gerente da unidade discutiu com os trabalhadores, assediando e ameaçando dar falta caso não retornassem imediatamente ao trabalho.
    Porém, tal atitude só aumentou a revolta dos ecetistas que fecharam a entrada do CDD e fortaleceram a greve.

    Greve de São Sebastião chega ao seu 4º dia com muita confusão e descaso da ECT

    Postado As:  06:25  |  Em:    |  Mais informações »


    Os trabalhadores do CDD São Sebastião estão em greve desde segunda-feira por melhores condições de trabalho, entregas pela manhã e manutenção e climatização do prédio.
    O local não tem ventilação, os ventiladores foram retirados e os aparelhos de ar-condicionado não funcionam há quase 3 meses! Não exitem sequer janelas para ventilação. Além disso, o banheiro está entupido a quase um mês, tornando o ambiente impossível de permanência e trabalho.

    Nesta manhã de quinta-feira, dia 22 de janeiro, durante a assembleia o gerente da unidade discutiu com os trabalhadores, assediando e ameaçando dar falta caso não retornassem imediatamente ao trabalho.
    Porém, tal atitude só aumentou a revolta dos ecetistas que fecharam a entrada do CDD e fortaleceram a greve.

    quarta-feira, 14 de janeiro de 2015




    O prefeito de São José dos Campos, Carlinhos Almeida (PT), aprovou o aumento no valor da tarifa de ônibus, que passará dos R$ 3 para R$ 3,40. Com o reajuste, a passagem de ônibus em são José se tornará uma das mais caras do país! O novo valor já está programado para entrar em vigor no dia 25 de janeiro, em pleno domingo.
    Protesto contra o aumento
    Diversas organizações de estudantes estão convocando um protesto para a próxima sexta-feira, dia 16 e pedindi o apoio de toda a população e das entidades de luta.
    O Sintect-VP participará junto com a CSP-Conlutas deste ato que está programado para iniciar na da praça Afonso Pena, no Centro, com concentração a partir das 17 horas.
    Leia a carta às entidades enviadas pelos estudantes da Frente de Luta pelo Transporte:

    SE A TARIFA AUMENTAR, SÃO JOSÉ VAI PARAR!

    Carta as Entidades Sindicais e Movimentos Sociais do Vale do Paraíba
     As três empresas de ônibus de São José dos Campos pediram, no começo de janeiro, o reajuste do valor das passagens de transporte coletivo na cidade. O pedido de tarifa mais alta chegou a abusivos R$3,79. A prefeitura da cidade cedeu ao reajuste de R$3,40, preço que afeta diretamente a vida das mais de 180 mil pessoas que dependem dos ônibus para cumprirem suas atividades.

    As empresas alegam que o reajuste anual deve acontecer para suprir o aumento dos custos com o transporte, devido à inflação. Essa justificativa não coincide com os grandes lucros garantidos pelas empresas que cobram, atualmente, uma das tarifas mais altas do país. Porém, o reajuste concedido foi quase o dobro da inflação, que atingiu 7,59%, acumulada desde junho de 2013. Além disso, há 3 anos as trabalhadoras e trabalhadores do transporte não têm aumento real em seus salários.

    O secretário de transportes Luiz Marcelo afirmou, no dia 8 de janeiro, que as empresas de ônibus tem “o direito de lucrar”. Não acompanhando melhorias na situação do transporte coletivo e no serviço prestado, o aumento das passagens serve apenas para prejudicar o direito de mobilidade da população pela cidade e garantir a taxa de lucro, que já é abusiva, para os grandes empresários. E nós afirmamos que temos o direito de não pagar! Quem deve decidir pelo transporte coletivo são aqueles que o utilizam, não os empresários. 

    Não aceitando mais sermos violentadas e violentados pelo sistema de transporte, a população e diversos movimentos sociais se uniram para dizer NÃO ao aumento da tarifa e bater de frente com o interesse das grandes empresas. Assim, em assembléia aberta contando com a participação de diversos coletivos, representantes de sindicatos e independentes, realizada no último domingo (11), formou-se a Frente Pelo Transporte, um movimento que unifica nossas lutas e dá espaço para nossos gritos.

    Convocamos todas as trabalhadoras e trabalhadores, estudantes e ativistas das 
    Entidades Sindicais e Movimentos Sociais para estarem conosco em mais essa luta. Achamos de extrema importância a presença de vocês. Camaradas, não é possível que o prefeito escolha beneficiar uma meia dúzia de empresários em detrimento da imensa maioria da população! O nosso direito ao transporte público não pode ser rifado em planilhas que as próprias empresas manipulam, sem qualquer auditoria estatal ou sem a aprovação de um conselho formado por moradores, como manda a Lei Orgânica do Município.

    A Frente de Luta pelo Transporte mantém sua independência financeira e, por isso, além de convocarmos os coletivos e sindicatos para o ato, chamamos todos e todas a contribuírem financeiramente para custearmos os materiais que serão utilizados no ato, como faixas, cartolinas, tintas e panfletos. 

    Estamos cansados dos ataques da prefeitura à população. Não permitiremos que mais esse aumento seja imposto aos usuários do transporte! Transporte, assim como educação e saúde, é um direito, não mercadoria! Portanto, chamamos-o para irem ao primeiro grande ato contra o aumento da tarifa, que ocorrerá no dia 16, sexta feira, às 17h na Praça Afonso Pena.


    Chame todas e todos, essa luta é nossa! 
    Com união e resistência, venceremos! 
    Pelo direito à cidade, contra qualquer tipo de tarifa!
     
     

    Frente de Luta Pelo Transporte- São José dos Campos

    Em São José, prefeito anuncia aumento da passagem de ônibus para R$ 3,40, uma das mais caras do país. Protesto será nesta sexta, dia 16.

    Postado As:  12:45  |  Em:    |  Mais informações »




    O prefeito de São José dos Campos, Carlinhos Almeida (PT), aprovou o aumento no valor da tarifa de ônibus, que passará dos R$ 3 para R$ 3,40. Com o reajuste, a passagem de ônibus em são José se tornará uma das mais caras do país! O novo valor já está programado para entrar em vigor no dia 25 de janeiro, em pleno domingo.
    Protesto contra o aumento
    Diversas organizações de estudantes estão convocando um protesto para a próxima sexta-feira, dia 16 e pedindi o apoio de toda a população e das entidades de luta.
    O Sintect-VP participará junto com a CSP-Conlutas deste ato que está programado para iniciar na da praça Afonso Pena, no Centro, com concentração a partir das 17 horas.
    Leia a carta às entidades enviadas pelos estudantes da Frente de Luta pelo Transporte:

    SE A TARIFA AUMENTAR, SÃO JOSÉ VAI PARAR!

    Carta as Entidades Sindicais e Movimentos Sociais do Vale do Paraíba
     As três empresas de ônibus de São José dos Campos pediram, no começo de janeiro, o reajuste do valor das passagens de transporte coletivo na cidade. O pedido de tarifa mais alta chegou a abusivos R$3,79. A prefeitura da cidade cedeu ao reajuste de R$3,40, preço que afeta diretamente a vida das mais de 180 mil pessoas que dependem dos ônibus para cumprirem suas atividades.

    As empresas alegam que o reajuste anual deve acontecer para suprir o aumento dos custos com o transporte, devido à inflação. Essa justificativa não coincide com os grandes lucros garantidos pelas empresas que cobram, atualmente, uma das tarifas mais altas do país. Porém, o reajuste concedido foi quase o dobro da inflação, que atingiu 7,59%, acumulada desde junho de 2013. Além disso, há 3 anos as trabalhadoras e trabalhadores do transporte não têm aumento real em seus salários.

    O secretário de transportes Luiz Marcelo afirmou, no dia 8 de janeiro, que as empresas de ônibus tem “o direito de lucrar”. Não acompanhando melhorias na situação do transporte coletivo e no serviço prestado, o aumento das passagens serve apenas para prejudicar o direito de mobilidade da população pela cidade e garantir a taxa de lucro, que já é abusiva, para os grandes empresários. E nós afirmamos que temos o direito de não pagar! Quem deve decidir pelo transporte coletivo são aqueles que o utilizam, não os empresários. 

    Não aceitando mais sermos violentadas e violentados pelo sistema de transporte, a população e diversos movimentos sociais se uniram para dizer NÃO ao aumento da tarifa e bater de frente com o interesse das grandes empresas. Assim, em assembléia aberta contando com a participação de diversos coletivos, representantes de sindicatos e independentes, realizada no último domingo (11), formou-se a Frente Pelo Transporte, um movimento que unifica nossas lutas e dá espaço para nossos gritos.

    Convocamos todas as trabalhadoras e trabalhadores, estudantes e ativistas das 
    Entidades Sindicais e Movimentos Sociais para estarem conosco em mais essa luta. Achamos de extrema importância a presença de vocês. Camaradas, não é possível que o prefeito escolha beneficiar uma meia dúzia de empresários em detrimento da imensa maioria da população! O nosso direito ao transporte público não pode ser rifado em planilhas que as próprias empresas manipulam, sem qualquer auditoria estatal ou sem a aprovação de um conselho formado por moradores, como manda a Lei Orgânica do Município.

    A Frente de Luta pelo Transporte mantém sua independência financeira e, por isso, além de convocarmos os coletivos e sindicatos para o ato, chamamos todos e todas a contribuírem financeiramente para custearmos os materiais que serão utilizados no ato, como faixas, cartolinas, tintas e panfletos. 

    Estamos cansados dos ataques da prefeitura à população. Não permitiremos que mais esse aumento seja imposto aos usuários do transporte! Transporte, assim como educação e saúde, é um direito, não mercadoria! Portanto, chamamos-o para irem ao primeiro grande ato contra o aumento da tarifa, que ocorrerá no dia 16, sexta feira, às 17h na Praça Afonso Pena.


    Chame todas e todos, essa luta é nossa! 
    Com união e resistência, venceremos! 
    Pelo direito à cidade, contra qualquer tipo de tarifa!
     
     

    Frente de Luta Pelo Transporte- São José dos Campos

    terça-feira, 13 de janeiro de 2015



    Os trabalhadores do CDD Lorena entraram em greve na manhã de hoje, dia 13, por melhores condições de trabalho, diante das condições de risco apresentadas no prédio da unidade.


    São problemas nas instalações elétricas e em toda estrutura do prédio. Houve curto circuito que queimou lâmpadas e os ventiladores, tornando o ambiente ainda mais insuportável.

    "Após a chuva de domingo, a infiltração foi tanta que afetou a rede elétrica. Logo pela manhã de segunda-feira, ao ligarem o quadro de força, começaram a sair faíscas e estouros. Era o início do curto." Relatou o diretor sindical Everton, mais conhecido como "Capitão".

    Desde ontem os trabalhadores estão sob promessas de manutenção, e até o fechamento desta matéria (15h), não há sinal de reparos.

    Prédio Novo

    Este problema das instalações do prédio são tão antigos que já faz anos que os ecetistas reivindicam um prédio novo, que já existe! Mas a lentidão da direção dos Correios não permite que esta mudança seja feita.

    "Este prédio atual está totalmente condenado, com infiltrações por toda parte. Não adianta fazer manutenções para "tapar buraco". A solução mais segura seria a troca imediata para o prédio novo." Declarou Luis Antônio, diretor sindical mais conhecido como "Índio", que também trabalha na unidade.

    Os grevistas, junto com representantes do Sintect-VP, já protocolaram reclamações no Ministério do Trabalho, na Vigilância Sanitária, fizeram B.O na delegacia e farão reclamações também no Ministério Público.

    A paralisação continuará até que o problema seja resolvido e, no mínimo, manutenções e reparos feitos corretamente para que haja condições de trabalho.

    Trabalhadores do CDD Lorena entram em greve por condições de trabalho

    Postado As:  09:28  |  Em:    |  Mais informações »



    Os trabalhadores do CDD Lorena entraram em greve na manhã de hoje, dia 13, por melhores condições de trabalho, diante das condições de risco apresentadas no prédio da unidade.


    São problemas nas instalações elétricas e em toda estrutura do prédio. Houve curto circuito que queimou lâmpadas e os ventiladores, tornando o ambiente ainda mais insuportável.

    "Após a chuva de domingo, a infiltração foi tanta que afetou a rede elétrica. Logo pela manhã de segunda-feira, ao ligarem o quadro de força, começaram a sair faíscas e estouros. Era o início do curto." Relatou o diretor sindical Everton, mais conhecido como "Capitão".

    Desde ontem os trabalhadores estão sob promessas de manutenção, e até o fechamento desta matéria (15h), não há sinal de reparos.

    Prédio Novo

    Este problema das instalações do prédio são tão antigos que já faz anos que os ecetistas reivindicam um prédio novo, que já existe! Mas a lentidão da direção dos Correios não permite que esta mudança seja feita.

    "Este prédio atual está totalmente condenado, com infiltrações por toda parte. Não adianta fazer manutenções para "tapar buraco". A solução mais segura seria a troca imediata para o prédio novo." Declarou Luis Antônio, diretor sindical mais conhecido como "Índio", que também trabalha na unidade.

    Os grevistas, junto com representantes do Sintect-VP, já protocolaram reclamações no Ministério do Trabalho, na Vigilância Sanitária, fizeram B.O na delegacia e farão reclamações também no Ministério Público.

    A paralisação continuará até que o problema seja resolvido e, no mínimo, manutenções e reparos feitos corretamente para que haja condições de trabalho.

    segunda-feira, 29 de dezembro de 2014


    O conjunto de medidas que Dilma vem impondo ou preparando para o próximo ano mostra que, numa conjuntura de crise ou recessão, o governo quer jogar seus efeitos nas costas dos trabalhadores. Aumento nos preços dos alimentos, da gasolina e agora também na energia elétrica.

    Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que em janeiro será fixada uma bandeira tarifária por cores, de acordo com  as condições de geração de energia no país e funcionarão como um "semáforo" - sinalizando o custo de geração de energia para o consumidor. 

    Veja o gráfico feito pelo site G1:

    Bandeiras tarifárias arte (Foto: Editoria de Arte/G1)






    Em 2014 a conta de luz residencial já subiu em média 17,3% segundo a Aneel e a previsão é de que iniciaremos 2015 com as faturas de energia cada vez mais caras!
    Na última sexta-feira, dia 26, a  Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) já informou que foi fixada para janeiro bandeira tarifária de cor vermelha para os consumidores de todos os estados do país, com exceção do Amazonas, Amapá e Roraima (que ainda não estão interligados com o sistema nacional de energia elétrica).

    Iniciaremos janeiro com a energia elétrica mais cara!

    Postado As:  09:24  |  Em:    |  Mais informações »


    O conjunto de medidas que Dilma vem impondo ou preparando para o próximo ano mostra que, numa conjuntura de crise ou recessão, o governo quer jogar seus efeitos nas costas dos trabalhadores. Aumento nos preços dos alimentos, da gasolina e agora também na energia elétrica.

    Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que em janeiro será fixada uma bandeira tarifária por cores, de acordo com  as condições de geração de energia no país e funcionarão como um "semáforo" - sinalizando o custo de geração de energia para o consumidor. 

    Veja o gráfico feito pelo site G1:

    Bandeiras tarifárias arte (Foto: Editoria de Arte/G1)






    Em 2014 a conta de luz residencial já subiu em média 17,3% segundo a Aneel e a previsão é de que iniciaremos 2015 com as faturas de energia cada vez mais caras!
    Na última sexta-feira, dia 26, a  Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) já informou que foi fixada para janeiro bandeira tarifária de cor vermelha para os consumidores de todos os estados do país, com exceção do Amazonas, Amapá e Roraima (que ainda não estão interligados com o sistema nacional de energia elétrica).

    quinta-feira, 25 de dezembro de 2014


    Esta semana que antecedeu o natal, os trabalhadores dos correios fizeram muitos esforços devido ao número de caixas e encomendas para entregar, mesmo já sabendo disto a ECT não investe em equipamentos e revisão dos carros para esta época do ano e muito menos durante os outros meses.
    Foi justamente nesta semana que um trabalhador do CEE São José sofreu um acidente por culpa dos pneus extremamente carecas e não recomendados para uso. 

    Além de toda a correria das festividades de fim de ano, esta também é uma época de fortes pancadas de chuva. A tempestade chegou e a viatura não conseguiu estabilidade, sofrendo aquaplanagem. O trabalhador por muito pouco não se feriu, mas o susto sempre ocasiona em traumas e ascende um alerta vermelho na empresa para dar mais atenção às revisões nas viaturas.

    Caso do CEE Taubaté:
     Reparem bem nesta imagem acima! É um total desrespeito com a vida e segurança dos ecetistas, permitir que se dirija um carro com o pneu nestas condições mais do que "carecas" e gastos.

    Na segunda feira, dia 2, o gerente e supervisor do CEE Taubaté quis que o trabalhador saísse com a van neste péssimo estado, pneu careca no arame! 
    Porém, o Sintect-VP, através do diretor Carlos Alberto Alves, juntamente com os companheiros de luta desta unidade, interditou o carro garantindo a segurança deste ecetistas.

    Porém, a situação das viaturas está péssima em diversas unidades da região e interditar uma delas ainda não é o bastante. É preciso exigir da Empresa que se faça revisões periódicas para garantir a segurança e zelar pela vida de seus funcionários. Vamos nos unir e lutar para conquistarmos mais este direito básico de segurança e condições de trabalho. O problema da falta de revisão não afeta somente os pneus, alguns carros vivem dando problemas mecânicos e sobra para os ecetistas empurrarem no caso de quebra. Neste verão escaldante, nem todas os carros possuem ar condicionado, o que condena os trabalhadores a passarem o dia todo como se estivessem dentro de verdadeiras torradeiras. Algumas portas das viaturas também são tão duras que resultam em lesões nos braços dos ecetistas que abrem e fecham o dia inteiro. Isto são detalhes básicos para proporcionar maior segurança e conforto para que se executem o trabalho em condições dignas.

    Falta de manutenção das viaturas coloca em risco os trabalhadores

    Postado As:  14:02  |  Em:    |  Mais informações »


    Esta semana que antecedeu o natal, os trabalhadores dos correios fizeram muitos esforços devido ao número de caixas e encomendas para entregar, mesmo já sabendo disto a ECT não investe em equipamentos e revisão dos carros para esta época do ano e muito menos durante os outros meses.
    Foi justamente nesta semana que um trabalhador do CEE São José sofreu um acidente por culpa dos pneus extremamente carecas e não recomendados para uso. 

    Além de toda a correria das festividades de fim de ano, esta também é uma época de fortes pancadas de chuva. A tempestade chegou e a viatura não conseguiu estabilidade, sofrendo aquaplanagem. O trabalhador por muito pouco não se feriu, mas o susto sempre ocasiona em traumas e ascende um alerta vermelho na empresa para dar mais atenção às revisões nas viaturas.

    Caso do CEE Taubaté:
     Reparem bem nesta imagem acima! É um total desrespeito com a vida e segurança dos ecetistas, permitir que se dirija um carro com o pneu nestas condições mais do que "carecas" e gastos.

    Na segunda feira, dia 2, o gerente e supervisor do CEE Taubaté quis que o trabalhador saísse com a van neste péssimo estado, pneu careca no arame! 
    Porém, o Sintect-VP, através do diretor Carlos Alberto Alves, juntamente com os companheiros de luta desta unidade, interditou o carro garantindo a segurança deste ecetistas.

    Porém, a situação das viaturas está péssima em diversas unidades da região e interditar uma delas ainda não é o bastante. É preciso exigir da Empresa que se faça revisões periódicas para garantir a segurança e zelar pela vida de seus funcionários. Vamos nos unir e lutar para conquistarmos mais este direito básico de segurança e condições de trabalho. O problema da falta de revisão não afeta somente os pneus, alguns carros vivem dando problemas mecânicos e sobra para os ecetistas empurrarem no caso de quebra. Neste verão escaldante, nem todas os carros possuem ar condicionado, o que condena os trabalhadores a passarem o dia todo como se estivessem dentro de verdadeiras torradeiras. Algumas portas das viaturas também são tão duras que resultam em lesões nos braços dos ecetistas que abrem e fecham o dia inteiro. Isto são detalhes básicos para proporcionar maior segurança e conforto para que se executem o trabalho em condições dignas.



    O governo Dilma (PT) tem se mostrado cada vez mais parecido com partidos de direitistas como o PSDB em seu modelo econômico e administrativo.

    Na  última segunda-feira, 22 de dezembro, antes mesmo de assumir o seu segundo mandato como presidente, Dilma Roussef anunciou, num café da manhã com jornalistas no Palácio do Planalto (vide foto), que iria abrir o capital da Caixa Econômica Federal. “Vou, mas é um processo que demora” (palavras da presidente para o jornal Valor Econômico de 22/12/2014).
    O processo se daria em meados de 2016, e seria precedido de um processo de “saneamento” da empresa.


     Esta é mais uma medida privatizante e de entrega do patrimônio público feita pelo governo do "Partido dos Trabalhadores", o mesmo PT que O PT sempre atacou as privatizações de FHC (PSDB) e que já colocou a ECT na lista de possíveis privatizações para este segundo mandato de Dilma. 
    O caminho para privatizar os Correios já foi aberto, através da Medida Provisória (MP 532), feita também pelo governo Dilma, que transformou a estatal em Sociedade Anônima (S.A.) e já iniciou a criação de empresas subsidiárias. Não é a toa que a direção da ECT está endurecendo o enfrentamento com os trabalhadores e os sindicatos ligados ao governo estão tratando de enfraquecer nossas lutas para preparar terreno para mais ataques e a total privatização.
    Entenda o que é a abertura de capital.
    A Caixa Econômica Federal ainda é uma empresa totalmente pública. Isto significa que a Caixa é propriedade integral do Estado brasileiro e, teoricamente, tem o dever de exercer atividades e serviços públicos que tenham como objetivo o interesse da população e não o lucro.
    A abertura de capital, em termos simples, significa tirar esse controle e a propriedade exclusiva do Estado dividindo, negociando toda a empresa (sob a forma de um determinado valor em capital) através de papéis monetários chamados ações. 
    A partir disso, qualquer pessoa poderia se tornar acionista da empresa, ao comprar esses papéis na Bolsa de Valores. Quanto mais papéis possui um acionista ou um determinado grupo de acionistas reunidos, mais controle estes têm sobre a empresa.
    Esta é uma medida neoliberal, utilizada pelos governos para aumentar o lucro. A abertura de capital de uma empresa como a Caixa servirá para o governo dividir com os demais acionistas os riscos e também os custos.
    Mas este lucro que entra para o país, não é investido em saúde, educação, transporte e moradia para o povo brasileiro. Boa parte dessa receita é destinada principalmente para o pagamento dos juros e amortizações da dívida pública (mecanismo utilizado pelo governo para manter a confiabilidade dos investidores internacionais na economia do país) e para retribuir aos bancos, agronegócio e grandes empresas que financiaram a campanha do PT com medidas econômicas (isenções fiscais, financiamentos públicos em condições ultra-favoráveis, etc.) que garantam a continuidade dos seus lucros, principalmente nos momentos de crise.

    Dilma abre caminho para privatizar a Caixa Econômica Federal. Correios também está na mira da total privatização!

    Postado As:  13:32  |  Em:    |  Mais informações »



    O governo Dilma (PT) tem se mostrado cada vez mais parecido com partidos de direitistas como o PSDB em seu modelo econômico e administrativo.

    Na  última segunda-feira, 22 de dezembro, antes mesmo de assumir o seu segundo mandato como presidente, Dilma Roussef anunciou, num café da manhã com jornalistas no Palácio do Planalto (vide foto), que iria abrir o capital da Caixa Econômica Federal. “Vou, mas é um processo que demora” (palavras da presidente para o jornal Valor Econômico de 22/12/2014).
    O processo se daria em meados de 2016, e seria precedido de um processo de “saneamento” da empresa.


     Esta é mais uma medida privatizante e de entrega do patrimônio público feita pelo governo do "Partido dos Trabalhadores", o mesmo PT que O PT sempre atacou as privatizações de FHC (PSDB) e que já colocou a ECT na lista de possíveis privatizações para este segundo mandato de Dilma. 
    O caminho para privatizar os Correios já foi aberto, através da Medida Provisória (MP 532), feita também pelo governo Dilma, que transformou a estatal em Sociedade Anônima (S.A.) e já iniciou a criação de empresas subsidiárias. Não é a toa que a direção da ECT está endurecendo o enfrentamento com os trabalhadores e os sindicatos ligados ao governo estão tratando de enfraquecer nossas lutas para preparar terreno para mais ataques e a total privatização.
    Entenda o que é a abertura de capital.
    A Caixa Econômica Federal ainda é uma empresa totalmente pública. Isto significa que a Caixa é propriedade integral do Estado brasileiro e, teoricamente, tem o dever de exercer atividades e serviços públicos que tenham como objetivo o interesse da população e não o lucro.
    A abertura de capital, em termos simples, significa tirar esse controle e a propriedade exclusiva do Estado dividindo, negociando toda a empresa (sob a forma de um determinado valor em capital) através de papéis monetários chamados ações. 
    A partir disso, qualquer pessoa poderia se tornar acionista da empresa, ao comprar esses papéis na Bolsa de Valores. Quanto mais papéis possui um acionista ou um determinado grupo de acionistas reunidos, mais controle estes têm sobre a empresa.
    Esta é uma medida neoliberal, utilizada pelos governos para aumentar o lucro. A abertura de capital de uma empresa como a Caixa servirá para o governo dividir com os demais acionistas os riscos e também os custos.
    Mas este lucro que entra para o país, não é investido em saúde, educação, transporte e moradia para o povo brasileiro. Boa parte dessa receita é destinada principalmente para o pagamento dos juros e amortizações da dívida pública (mecanismo utilizado pelo governo para manter a confiabilidade dos investidores internacionais na economia do país) e para retribuir aos bancos, agronegócio e grandes empresas que financiaram a campanha do PT com medidas econômicas (isenções fiscais, financiamentos públicos em condições ultra-favoráveis, etc.) que garantam a continuidade dos seus lucros, principalmente nos momentos de crise.

    terça-feira, 16 de dezembro de 2014




    Companheiros,

    Em relação à PLR individual, orientamos pela rejeição por tudo o que já foi debatido nas assembleias, boletins e informativos. Rejeitar esta proposta da empresa é questão de dignidade!
    Porém, se algum trabalhador insistir em assinar, a orientação é de que coloque esta ressalva que foi proposta pelos companheiros do sindicato de Santa Catarina. 

    A ECT provou que só estava interessada em punir aqueles que não assinaram o cheque em branco a favor deles. Já existe uma ação judicial pela isonomia. Não existe PLR individual. Por isso nós do Sintect-VP orientamos para que não assinem este termo de adesão. 
    Aos trabalhadores que optarem por não aguardar a decisão judicial, lembramos que deverão entregar o termo constando a seguinte ressalva:

    Veja a ressalva:

    "Adesão somente para efeito do pagamento referente a 2013, sem a aceitação dos critérios para 2014 e 2015."

    E para quem não pôde comparecer às assembleias, preparamos um vídeo com alguns trechos do debate. É muito importante que assistam para ajudar na compreensão deste tema.
    segue o link para o vídeo: 
    https://www.youtube.com/watch?v=GAtn4e72zRA&feature=youtu.be

    Att,
    Marcílio Alves de Medeiros - Presidente do Sintect-VP



    Trabalhadores do Vale já rejeitaram proposta de PLR. Veja ressalva para quem quiser assinar individualmente

    Postado As:  09:47  |  Em:    |  Mais informações »




    Companheiros,

    Em relação à PLR individual, orientamos pela rejeição por tudo o que já foi debatido nas assembleias, boletins e informativos. Rejeitar esta proposta da empresa é questão de dignidade!
    Porém, se algum trabalhador insistir em assinar, a orientação é de que coloque esta ressalva que foi proposta pelos companheiros do sindicato de Santa Catarina. 

    A ECT provou que só estava interessada em punir aqueles que não assinaram o cheque em branco a favor deles. Já existe uma ação judicial pela isonomia. Não existe PLR individual. Por isso nós do Sintect-VP orientamos para que não assinem este termo de adesão. 
    Aos trabalhadores que optarem por não aguardar a decisão judicial, lembramos que deverão entregar o termo constando a seguinte ressalva:

    Veja a ressalva:

    "Adesão somente para efeito do pagamento referente a 2013, sem a aceitação dos critérios para 2014 e 2015."

    E para quem não pôde comparecer às assembleias, preparamos um vídeo com alguns trechos do debate. É muito importante que assistam para ajudar na compreensão deste tema.
    segue o link para o vídeo: 
    https://www.youtube.com/watch?v=GAtn4e72zRA&feature=youtu.be

    Att,
    Marcílio Alves de Medeiros - Presidente do Sintect-VP



    Parcerias-Ajuda-Contato
    Copyright © 2013 Traduzido Por: Template Para Blogspot by BloggerTheme9
    Proudly Powered by Blogger.
    back to top