Nossa Sede

Avenida Genésia B. Tarantino, 115 - Jardim Paulista - São José dos Campos/SP - Fone: 12 3302-5996


  • Grande Vitória!

    Trem da Alegria começa a ser pago aos trabalhadores!

  • Edição 86 #

    lEIA O JORNAL CORREIO DO TRABALHADOR

  • Demissão Irregular #

    Carteiro é reintegrado em Ubatuba

  • Lucro só aumenta:

    E a PLR?

  • quarta-feira, 4 de março de 2015


    Após a aprovação do Projeto de Lei 12.490/2011, a direção dos Correios, que é ligada ao Partido dos Trabalhadores (PT), vem implementando fortes mudanças e ataques aos direitos dos Ecetistas.

    Recentemente, travamos uma grande luta em defesa do CorreiosSaúde, mesmo assim, a empresa, na calada da noite, criou a Postal Saúde que precarizou o nosso plano de saúde.
    A ECT também criou a CorreiosPar, que pretende gerir as empresas subsidiárias que estão sendo, ou já foram criadas. Dentre elas, a empresa de transporte aéreo, Banco próprio e uma subsidiaria para a distribuição de encomendas que vai atuar exatamente onde dá mais lucro. 

    É a privatização dos Correios e o fim da Empresa que conhecemos, que por muitos anos foi a melhor e mais confiável estatal do país.

    Como parte de todos os ataques que a ECT vem fazendo, agora surge a questão absurda do fechamento dos setores de tratamento de encomendas, previsto para acontecer em diversas regiões do País. 

    Em SJCampos,  a ameaça de fechamento do CTE é para junho deste ano!

    Está medida atinge trabalhadores e a população, pois a ECT quer forçar os Ecetistas a transferirem-se para regiões distante do seu local de residência, causando um grande transtorno aos companheiros até que peçam demissão.

    Isto é parte da reestruturação dos Correios, justo neste momento em que lutamos por mais contratações. O Sintect-VP já está mobilizando a categoria e nesta luta vamos usar todas as “armas” possíveis.

    ECT quer fechar os CTE´s

    Postado As:  09:44  |  Em:    |  Mais informações »


    Após a aprovação do Projeto de Lei 12.490/2011, a direção dos Correios, que é ligada ao Partido dos Trabalhadores (PT), vem implementando fortes mudanças e ataques aos direitos dos Ecetistas.

    Recentemente, travamos uma grande luta em defesa do CorreiosSaúde, mesmo assim, a empresa, na calada da noite, criou a Postal Saúde que precarizou o nosso plano de saúde.
    A ECT também criou a CorreiosPar, que pretende gerir as empresas subsidiárias que estão sendo, ou já foram criadas. Dentre elas, a empresa de transporte aéreo, Banco próprio e uma subsidiaria para a distribuição de encomendas que vai atuar exatamente onde dá mais lucro. 

    É a privatização dos Correios e o fim da Empresa que conhecemos, que por muitos anos foi a melhor e mais confiável estatal do país.

    Como parte de todos os ataques que a ECT vem fazendo, agora surge a questão absurda do fechamento dos setores de tratamento de encomendas, previsto para acontecer em diversas regiões do País. 

    Em SJCampos,  a ameaça de fechamento do CTE é para junho deste ano!

    Está medida atinge trabalhadores e a população, pois a ECT quer forçar os Ecetistas a transferirem-se para regiões distante do seu local de residência, causando um grande transtorno aos companheiros até que peçam demissão.

    Isto é parte da reestruturação dos Correios, justo neste momento em que lutamos por mais contratações. O Sintect-VP já está mobilizando a categoria e nesta luta vamos usar todas as “armas” possíveis.



    Começa nesta sexta-feira, dia 6, às lutas e mobilizações para marcar o Dia Internacional da Mulher e o dia de Lutas e Mobilizações, votado na última reunião da CSP-Conlutas, contra os planos de austeridade dos governos que retiram direitos dos trabalhadores.

    O Sintect-VP participará do ato na praça Afonso Pena a partir das 11h e passaremos os abaixo assinados para que o governo destine 1% do PIB a políticas de combate à violência contra a mulher e o abaixo assinado da categoria que exige entregas pela manhã, mais contratações via concurso público e melhores condições de trabalho.

    Nossas bandeiras:
    - Revogação das MPs 664 e 665.
    - Arquivamento do PL 4.330 das terceirizações.

    - Contra a privatização dos Correios
    - Em defesa da Petrobras 100% Estatal. Punição, confisco dos bens e prisão de todos os corruptos e corruptores, desde o governo FHC.
    - Contra os cortes no orçamento público.
    - Pela suspensão do pagamento da dívida pública aos banqueiros.

    Participe das lutas do Dia Internacional da Mulher e Dia Nacional de Luta!

    Postado As:  09:35  |  Em:    |  Mais informações »



    Começa nesta sexta-feira, dia 6, às lutas e mobilizações para marcar o Dia Internacional da Mulher e o dia de Lutas e Mobilizações, votado na última reunião da CSP-Conlutas, contra os planos de austeridade dos governos que retiram direitos dos trabalhadores.

    O Sintect-VP participará do ato na praça Afonso Pena a partir das 11h e passaremos os abaixo assinados para que o governo destine 1% do PIB a políticas de combate à violência contra a mulher e o abaixo assinado da categoria que exige entregas pela manhã, mais contratações via concurso público e melhores condições de trabalho.

    Nossas bandeiras:
    - Revogação das MPs 664 e 665.
    - Arquivamento do PL 4.330 das terceirizações.

    - Contra a privatização dos Correios
    - Em defesa da Petrobras 100% Estatal. Punição, confisco dos bens e prisão de todos os corruptos e corruptores, desde o governo FHC.
    - Contra os cortes no orçamento público.
    - Pela suspensão do pagamento da dívida pública aos banqueiros.

    Reunião Setorial no CDD São José - Foto: Anderson William
    A diretoria do Sintect-VP está realizando reuniões setoriais com os trabalhadores para ouvir e informar a base, preparando as lutas e mobilizações para o próximo período. Sindicato que representa os trabalhadores deve sempre visitar as unidades e estar em contato permanente com os ecetistas.
    Na reunião, são abordados temas de interesse da categoria, o calendário de lutas e a construção de uma greve nacional contra a privatização dos Correios.

    Reuniões Setoriais seguem a todo vapor! É o Sintect-VP em contato com a base!

    Postado As:  09:08  |  Em:    |  Mais informações »

    Reunião Setorial no CDD São José - Foto: Anderson William
    A diretoria do Sintect-VP está realizando reuniões setoriais com os trabalhadores para ouvir e informar a base, preparando as lutas e mobilizações para o próximo período. Sindicato que representa os trabalhadores deve sempre visitar as unidades e estar em contato permanente com os ecetistas.
    Na reunião, são abordados temas de interesse da categoria, o calendário de lutas e a construção de uma greve nacional contra a privatização dos Correios.

    sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015






















    Contra as demissões e retirada de direitos, o Sintect-VP apoia a Chapa 1 da CSP-Conlutas!


    A categoria de Correios infelizmente está acostumada a se deparar com o sindicalismo da CUT e CTB. Sabemos que estas centrais já não representam a classe trabalhadora faz tempo! São eles que jogam ao lado do governo, pregando a desunião dos trabalhadores e dificultando as lutas.

    O Sintect-VP defende um sindicalismo de luta, democrático e independente de governos e patrões!
    Já conhecemos os companheiros da CSP-Conlutas e lutamos lado a lado em prol  da nossa classe.

    Estes camaradas constróem um trabalho pela base, distribuindo materiais, informando os trabalhadores  e  ajudando os demais sindicatos que também estão nas lutas.

    É uma chapa que prioriza o trabalho com as mulheres e luta contra qualquer tipo de opressão e exploração. 

    Juntos, teremos forças para lutar contra os ataques de Dilma pela revogação das MP´s 664 e 665 que reduz nossos direitos.


    Eleições para o Sindicato dos Metalúrgicos de SJCampos e região: O Sintect-VP apoia a Chapa 1

    Postado As:  09:40  |  Em:    |  Mais informações »






















    Contra as demissões e retirada de direitos, o Sintect-VP apoia a Chapa 1 da CSP-Conlutas!


    A categoria de Correios infelizmente está acostumada a se deparar com o sindicalismo da CUT e CTB. Sabemos que estas centrais já não representam a classe trabalhadora faz tempo! São eles que jogam ao lado do governo, pregando a desunião dos trabalhadores e dificultando as lutas.

    O Sintect-VP defende um sindicalismo de luta, democrático e independente de governos e patrões!
    Já conhecemos os companheiros da CSP-Conlutas e lutamos lado a lado em prol  da nossa classe.

    Estes camaradas constróem um trabalho pela base, distribuindo materiais, informando os trabalhadores  e  ajudando os demais sindicatos que também estão nas lutas.

    É uma chapa que prioriza o trabalho com as mulheres e luta contra qualquer tipo de opressão e exploração. 

    Juntos, teremos forças para lutar contra os ataques de Dilma pela revogação das MP´s 664 e 665 que reduz nossos direitos.


    quarta-feira, 28 de janeiro de 2015


                               


    Em assembleia realizada hoje, dia 28 de janeiro, os trabalhadores do CDD Flórida decidiram entrar em Estado de Greve, com indicativo de paralisação para o próximo dia 4, quarta-feira, caso a ECT não atenda as seguintes reivindicações:
    * Climatização do local de trabalho: Conserto imediato dos ventiladores, aquisição e instalação de novos ventiladores e a troca das mantas térmicas da unidade
    * Troca dos extintores de incêndio, pois todos estão vencidos. Apesar das três notificações da CIPA.
    * Resolução imediata para o caso dos objetos embaraçosos registrados (caixinhas) que obrigam os carteiros pedestres fazerem DA de registrado diariamente
    * Aquisição de bolsas e EPI´s
    Infelizmente esta é a única linguagem que a direção dos Correios entende. Já notificamos estes problemas através de reuniões e CIPA´s mas até agora nada foi feito. Diante deste quadro que coloca em risco os trabalhadores, o Sintect-VP protocolou o Estado de Greve destes ecetistas em luta.


    Contra os ataques do Governo DilmaNesta assembleia os trabalhadores também aprovaram um dia de protestos trabalhando com faixa de luto, devido ao dia nacional de mobilizações contra as Medidas Provisórias 664 e 665 que retira direitos históricos do povo.
     

    Trabalhadores do CDD Flórida entram em Estado de Greve

    Postado As:  10:01  |  Em:    |  Mais informações »


                               


    Em assembleia realizada hoje, dia 28 de janeiro, os trabalhadores do CDD Flórida decidiram entrar em Estado de Greve, com indicativo de paralisação para o próximo dia 4, quarta-feira, caso a ECT não atenda as seguintes reivindicações:
    * Climatização do local de trabalho: Conserto imediato dos ventiladores, aquisição e instalação de novos ventiladores e a troca das mantas térmicas da unidade
    * Troca dos extintores de incêndio, pois todos estão vencidos. Apesar das três notificações da CIPA.
    * Resolução imediata para o caso dos objetos embaraçosos registrados (caixinhas) que obrigam os carteiros pedestres fazerem DA de registrado diariamente
    * Aquisição de bolsas e EPI´s
    Infelizmente esta é a única linguagem que a direção dos Correios entende. Já notificamos estes problemas através de reuniões e CIPA´s mas até agora nada foi feito. Diante deste quadro que coloca em risco os trabalhadores, o Sintect-VP protocolou o Estado de Greve destes ecetistas em luta.


    Contra os ataques do Governo DilmaNesta assembleia os trabalhadores também aprovaram um dia de protestos trabalhando com faixa de luto, devido ao dia nacional de mobilizações contra as Medidas Provisórias 664 e 665 que retira direitos históricos do povo.
     




    O dia 28 de janeiro é um dia de protestos dos trabalhadores por todo país. O motivo é lutar contra as medidas provisórias que reduzem direitos trabalhistas e previdenciários. Será o “Dia Nacional de Lutas por Emprego e Direitos”, convocado por todas as centrais sindicais brasileiras, inclusive a CSP-Conlutas.
     
    Nosso Sindicato também vai participar. Os trabalhadores dos Correios estarão em luto pelo fim destes direitos.
    "Neste dia de lutas é importante mostrar toda a indgnação do povo brasileiro contra essas ataques aos direitos históricos dos trabalhadores. Mas é bom que fique claro que este é só o começo da luta! Juntos conseguiremos barrar estes ataques." Declarou Marcílio Medeiros presidente do Sintect-VP.
    Na última terça-feira, dia 27, foram realizadas três assembleias do Sintect-VP. Em são José, Jacareí e em Taubaté, os ecetistas debateram simultaneamente as ações para marcar este dia de lutas.
    Ao final, os trabalhadores decidiram trabalhar de luto, com uma fita preta amarrada nos braços.
    O Sintect-VP irá distribuir as fitas pretas nas unidades, demonstrando o luto e a disposição de luta de nossa categoria.
    Entenda o caso:
    A presidente Dilma Rousseff (PT) editou, no final do ano passado, as Medidas Provisórias 664 e 665, que, na prática, significam uma minirreforma trabalhista e previdenciária, limitando o acesso a direitos como o seguro-desemprego, pensões e auxílio-doença.
    Ao mesmo tempo, o governo Dilma está impondo um forte arrocho fiscal e monetário, com cortes no orçamento de áreas sociais e aumento ou reedição de impostos.

    Luto pelos direitos! Trabalhadores dos Correios repudiam ataques de Dilma

    Postado As:  02:19  |  Em:    |  Mais informações »




    O dia 28 de janeiro é um dia de protestos dos trabalhadores por todo país. O motivo é lutar contra as medidas provisórias que reduzem direitos trabalhistas e previdenciários. Será o “Dia Nacional de Lutas por Emprego e Direitos”, convocado por todas as centrais sindicais brasileiras, inclusive a CSP-Conlutas.
     
    Nosso Sindicato também vai participar. Os trabalhadores dos Correios estarão em luto pelo fim destes direitos.
    "Neste dia de lutas é importante mostrar toda a indgnação do povo brasileiro contra essas ataques aos direitos históricos dos trabalhadores. Mas é bom que fique claro que este é só o começo da luta! Juntos conseguiremos barrar estes ataques." Declarou Marcílio Medeiros presidente do Sintect-VP.
    Na última terça-feira, dia 27, foram realizadas três assembleias do Sintect-VP. Em são José, Jacareí e em Taubaté, os ecetistas debateram simultaneamente as ações para marcar este dia de lutas.
    Ao final, os trabalhadores decidiram trabalhar de luto, com uma fita preta amarrada nos braços.
    O Sintect-VP irá distribuir as fitas pretas nas unidades, demonstrando o luto e a disposição de luta de nossa categoria.
    Entenda o caso:
    A presidente Dilma Rousseff (PT) editou, no final do ano passado, as Medidas Provisórias 664 e 665, que, na prática, significam uma minirreforma trabalhista e previdenciária, limitando o acesso a direitos como o seguro-desemprego, pensões e auxílio-doença.
    Ao mesmo tempo, o governo Dilma está impondo um forte arrocho fiscal e monetário, com cortes no orçamento de áreas sociais e aumento ou reedição de impostos.

    quinta-feira, 22 de janeiro de 2015


    Os trabalhadores do CDD São Sebastião estão em greve desde segunda-feira por melhores condições de trabalho, entregas pela manhã e manutenção e climatização do prédio.
    O local não tem ventilação, os ventiladores foram retirados e os aparelhos de ar-condicionado não funcionam há quase 3 meses! Não exitem sequer janelas para ventilação. Além disso, o banheiro está entupido a quase um mês, tornando o ambiente impossível de permanência e trabalho.

    Nesta manhã de quinta-feira, dia 22 de janeiro, durante a assembleia o gerente da unidade discutiu com os trabalhadores, assediando e ameaçando dar falta caso não retornassem imediatamente ao trabalho.
    Porém, tal atitude só aumentou a revolta dos ecetistas que fecharam a entrada do CDD e fortaleceram a greve.

    Greve de São Sebastião chega ao seu 4º dia com muita confusão e descaso da ECT

    Postado As:  06:25  |  Em:    |  Mais informações »


    Os trabalhadores do CDD São Sebastião estão em greve desde segunda-feira por melhores condições de trabalho, entregas pela manhã e manutenção e climatização do prédio.
    O local não tem ventilação, os ventiladores foram retirados e os aparelhos de ar-condicionado não funcionam há quase 3 meses! Não exitem sequer janelas para ventilação. Além disso, o banheiro está entupido a quase um mês, tornando o ambiente impossível de permanência e trabalho.

    Nesta manhã de quinta-feira, dia 22 de janeiro, durante a assembleia o gerente da unidade discutiu com os trabalhadores, assediando e ameaçando dar falta caso não retornassem imediatamente ao trabalho.
    Porém, tal atitude só aumentou a revolta dos ecetistas que fecharam a entrada do CDD e fortaleceram a greve.

    Parcerias-Ajuda-Contato
    Copyright © 2013 Traduzido Por: Template Para Blogspot by BloggerTheme9
    Proudly Powered by Blogger.
    back to top